Um amor Inesquecível

By:Jully Anne M.Fenner

Estou aqui , olhando pra você distante , me perguntando de diversas vezes o por que eu não consigo parar de pensar em você?
Sério...que cisma que minha mente deu agora de criar fantasias em situações e lugares tão inusitados que não posso deixar de dizer que isso esta se tornando excitante demais .
Você é um cara difícil , difícil de se conviver , difícil de se conversar , difícil de estar no mesmo local sem ter que ficar trocando farpas comigo...sério???? qual é a tua cara? Quer dizer ”Qual é a minha ??? ” – me perguntei conseguindo sair do transe.
-Esta falando sozinha , precisa ser internada _ ouvi sua voz atrás de mim
-Eu ? internada? Desculpe ...mas quem precisa aqui de alguma coisa é você , em nascer de novo , por que você esqueceu de passar na fila da educação , seu grosso_ respondi secamente
-Grossa é você _ Fala-se impaciente- Ninguém quer você , e você fica assim tão azeda 
- Não é da sua conta sobre a minha vida pessoal...mas pra calar sua boca em dizer que sou má amada , eu estou ficando com um rapaz _ Falei dando um sorrisinho vitorioso
-MEU DEUS _ Exclamou ele num fingido espanto - quem é o louco que esta ficando com você? Esse precisa de tratamento de choque_ você disse num tom sério demais
Olhei pra você tentando entender como posso estar ainda batendo boca contigo? Como posso ainda perder tempo falando com um cara grosso , insuportável e “charmoso “- penso dando um sorriso discreto e isso não passou despercebido por você.
-Estou dizendo, estas ficando louca_ disse rindo enquanto se divertia da cara que fazia.
-HAAAAAAAAA FICA NA TUA SEU INSUPORTÁVEL _ Falei saindo do local ouvindo suas risadas que sinceramente me atraia tanto ouvi-lo rir.
-Ok...Estou ficando sádica _ comentei pra mim mesma enquanto caminhava entre corredores e mais corredores- O que esta acontecendo comigo? Por que eu estou me apaixonando por ele? LOGO ELE ???? DEVO ter surtado de vez , só pode.
Aquele eram perguntas que não deviam ser ditas em voz alta , mas eu precisava de resposta rápido , foi quando sendo puxada pelo braço e me fazendo virar dando de cara com você , um braço me segurava firmemente enquanto o outro em minha nuca , nos olhamos nos olhos , eu surpresa demais e você com um olhar de extremo desejo , seus olhos descerão aos meus lábios e sem perder tempo me beija de forma desesperadora que foi impossível não corresponder.
Um beijo ardente , desejoso ,um beijo que nunca havia sido beijada antes , onde ambos precisavam parar de beijar para podermos respirar.
- O que foi isso ?_Perguntei fingindo estar brava
-Um Beijo_ sussurra-se – Não tive escolhas , você me deixa louco demais _ respondeu enquanto acariciava meu rosto
-Não estou entendendo_ falei sem entender
- eu amo você sua surtada , você não vê?_ Você diz num fingido ar irritado
-Como irei saber , se você fica me irritando_ falei brava
-Não imaginas o quão linda você fica assim , por isso que eu pego tanto no seu pé_ fala-se voltando a me beijar , mas calmamente e apaixonante onde pude provar um beijo mais amoroso e terno do ser mais insuportável e charmoso que este coração pode se apaixonar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Desabafo de uma solteira

Noite Tempestuosa

O Retrato