Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2017

Despedaçada

By:Jully Anne M.Fenner
Encontro-me deitada em minha cama , olhando para o teto pensando no que havia acontecido para que as coisas tive-sem mudado tanto.
Eu me pergunto como posso ser tão tola...criei expectativas , me apaixonei , cai de cabeça numa ilusão criada por mim causada por você.
Você me deu as oportunidades e eu fui atras delas , mas você mesmo fechou achando ser loucura demais...Loucura foi você ter me dado chance , Loucura foi você ter me usado , loucura foi você ter feito eu me apaixonar por você.
Nunca sou levada a sério , não sou tratada como mereço ...talvez eu não mereça ser feliz , mas eu queria era ser respeitada...isso é pedir muito?

Hoje , o que restou de mim é só um desgaste emocional , psicológico , restou uma pessoa humilhada , usada , desgastada ...o que restou agora é viver...viver sem amor  , viver sozinha , viver escondida.

Um amor Inesquecível

By:Jully Anne M.Fenner
Estou aqui , olhando pra você distante , me perguntando de diversas vezes o por que eu não consigo parar de pensar em você? Sério...que cisma que minha mente deu agora de criar fantasias em situações e lugares tão inusitados que não posso deixar de dizer que isso esta se tornando excitante demais . Você é um cara difícil , difícil de se conviver , difícil de se conversar , difícil de estar no mesmo local sem ter que ficar trocando farpas comigo...sério???? qual é a tua cara? Quer dizer ”Qual é a minha ??? ” – me perguntei conseguindo sair do transe. -Esta falando sozinha , precisa ser internada _ ouvi sua voz atrás de mim -Eu ? internada? Desculpe ...mas quem precisa aqui de alguma coisa é você , em nascer de novo , por que você esqueceu de passar na fila da educação , seu grosso_ respondi secamente -Grossa é você _ Fala-se impaciente- Ninguém quer você , e você fica assim tão azeda  - Não é da sua conta sobre a minha vida pessoal...mas pra calar sua boca em di…

Isso é amor ?

By:Jully Anne M.Fenner
Isso é amor?
Olá , eu me chamo Clara , tenho 25 anos de idade , moro num bairro tranquilo onde não ocorre muita coisa de anormal , meus pais vivem se distraindo com amigos para pescarias ou festas ...nem parece que sou filha deles- risos  Trabalho numa empresa de empreendedorismo onde sou secretária do vice -presidentes e acionistas da empresa, Mario.
Mario é um homem de seus quarenta e poucos anos de idade , alto , homem de presença , uma voz sedutora que leva as outras secretárias aos tapas para ver quem chama mais a atenção dele...Mas todas sabem que ele só tem olhos para a esposa , Ana Beatriz que casou-se com ela quando ainda tinha a minha idade...25 anos.  No gabinete onde ficamos é incrivelmente grande  , pois trabalham comigo mais eu e mais três mulheres . Helena , Renata e Silvia ...Sou a mais nova das quatro onde trabalha com o mais experiente e desejado da empresa. Mario é casado com a Jovem três anos mais velha que eu Ana Beatriz  , extremamente bon…

Tarde pra você

By:Jully Anne M.Fenner
Eu gostaria de entender por que fazer isso? Por que criar me fazer criar expectativas ? Por que me deixar na ansiedade onde não consigo mais ter paz de espírito , paz mental e muito menos físico . Por que me tirar o sossego de um descanso depois de um dia estressante no trabalho ? por que me tirar o pouco da paz que havia conquistado ? por que me trouxe a tona aquele amor que tanto queria ter esquecido? O que eu fiz pra você fazer isso?  Agora fica nessa de ausentar como se fosse alguém ocupado demais para atender o telefone ou quando  apenas visualiza a mensagem...Você começou a aparecer e quer se ausentar? Quem se ausenta um dia acaba deixando de fazer falta... e eu torço pra que isso ainda não aconteça , por que quando acontecer...será muito tarde pra você.

Houve

By:Jully Anne M.Fenner
Houve um dia em que seus lábios que antes diziam juras de amores , disseram palavras cruéis demais para um coração iludido e sonhador. Naquele dia te odiei como nunca havia odiado, desejei tanto em esquecer você. Naquele momento minha vida mudou para pior , por que eu havia perdido meu chão, minha razão de viver , perdi todas as expectativas . Houve meses de distâncias onde consegui com muito custo organizar minha vida , onde pude analisar o que estava acontecendo comigo. Passei por experiências que pensei passar só daqui a alguns anos , experiências que não quero mais ter em minha vida. Houve meses de alto analise onde pude perdoa-lo ,onde no fundo sabia que o que eu havia nutrido não era uma paixãozinha passageira...eu amei...eu tão intensamente que ele sobreviveu um coração magoado e gélido...esse amor que cresceu a cada dia , a cada mês que passava. hoje eu só espero que a vida me dê uma segunda chance para poder em fim ser feliz somente com você.