Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2016

Julianta & Rosmeu

By:Jully Anne .M.Fenner
Era num bosque encantado onde tudo era perfeito , onde príncipes e princesas onde viviam suas vidas de felizes para sempre...chaaaaaaato !
Julianta vinha numa velocidade incrível com seu pônei , passando pela terrível floresta onde vivia seres aterrorizantes como anões , fadinhas e coelhinhos fofinhos.
Passando por uma passagem secreta de matagal , encontrava-se uma torre , uma torre incrivelmente alto. Julianta desceu de seu pônei caminhou de forma dramática e gritou a seguinte frase.
-óh Rosmeu , meu Rosmeu , Jogue seus bigodes para mim poder subir! Rosmeu foi a janela eufórico em ver sua amada ali disse -Oh minha Julianta , irei jogar meu bigode , mas tome cuidado com as pontas delas por que acabei de passar óleo pra hidratar _ e assim jogou  seu bigode incrível grande
Juliante tentou subir , mas passou a escorregar por conta do óleo que estava no bigode
-Rosmeu , meu Rosmeu , não consigo subir _ Disse ela tentando de todas as formas se manter presa ao bigo…

Natal

By:Jully Anne M.Fenner

Era uma noite com um clima diferente , a luz do luar clareava o lugar , o chão ainda de terra , enquanto o carro prosseguia o seu destino. Passar o natal entre família não era muito minha diversão , por que durante todo o ano não nos falamos , mas sempre nos fins de ano tínhamos que marcar presença na  festa da família. Assim que chegamos ouvimos sons de risadas , os carros estacionados em uma única fileira , éramos os últimos a chegar “como sempre “ Olhei para o céu as estrelas que antes não ´conseguia ver na cidade , ali eu podia ver tantas e tantas estrelas , eu já andei logo a frente , sabendo onde iria ficar...atrás da casa de meus avós. Assim que cheguei lá me sentei na enorme pedra que havia sido posto pelo meu bisa avô , assim que meu vô era apenas uma criança , a risco a dizer que peguei essa paixão por estrelas dele , por que ele colocou a pedra num ponto onde proporcionava uma visão de tirar o folego. Infinitas e incontáveis estrelas observava , aqui…

Loucura

By:Jully Anne M.Fenner
É Loucura fingir que não esta acontecendo nada , onde existe um sentimento dentro de mim. Fingir como se você fosse apenas um homem de comandos onde pode expor exigências e severidade. Loucura é não enxergar que por baixo dessa mascara de severidade , exista um homem sensível , apaixonado e intenso. Loucura é não permitir ser tocada pela voz profunda e marcante , por um olhar onde diz tantas coisas , um semblante que revela tantos sentimentos. É loucura demais eu fingir que você não é nada sendo que acabou se tornando tudo ...um grande engano talvez , mas eu não posso deixar isso passar. Estou louca , loucamente apaixonada por ter você por perto , por querer ser explorada , por querer ser beijada , por querer ser moldada ...  Você é tudo que mais quero num homem e eu serei tudo que você procura numa mulher , por que a loucura nos faz fazer coisas que nunca pensamos em fazer.

Noite Estrelada

By:Jully Anne M.Fenner
Fazia algum tempo que não havia me permitido observar as estrelas , peguei uma cadeira de praia , fui no fundo de meu quintal e olhei para o céu negro repleto de estrelas. Eu me perguntava se existia algo que era tão fascinante quanto o universo e seus mistérios , mas foi quando conheci você , seu olhar , sua vós , postura ...como pode uma pessoa ser tão fascinante ? como pode exibir tanto charme , beleza , encanto ? eu não sei...só sei que me vi fascinada , encantada e apaixonada. Vi uma estrela cadente , fechei meus olhos e pensei num desejo...desejo de tê-lo em minha vida para que eu possa sim demonstrar o amor que nutro dia-após-dia. A estrela já havia passado e eu com um sorriso bobo no rosto , tentando crer num desejo que nunca se sabe se vai acontecer , mas deixou um coração muito esperançoso e feliz . Contemplando as estrelas me deixei levar pelo agradável clima que estava fazendo , sonhos de estarmos juntos a mente projetou e assim adormeci em uma noit…