Pergunta

By:Jully Anne M.Fenner

Obs:Este texto não é um texto criado...desta vez é uma história real...

Era noite de terça feira , a televisão estava apenas ligada no mudo , a mãe estava cantando uma musica juntamente com o toca fita , uma musica que sempre cantava aos seus dois pequeninos filhos antes de dormir , mas naquele dia foi diferente .
 Enquanto essa mãe cantava , ela derramava lágrima de seus olhos , olhava para os seus dois pequeninos com tanto amor e com tanta saudades ...ela não entendia muito o que estava sentindo naquele momento , mas ela sabia que sentiria tanta falta de colocar seus dois filhos na cama.
A pequena menina estava acordada olhando para a sua mãe enquanto o seu irmãozinho conseguia dormir num sono tão convidativo , até que essa mãe olha nos olhos de sua pequena e pergunta.
-Você vai ficar sempre com a mãe?
Essa seria uma pergunta estranha para uma criança de seus três anos de idade , mas para aquela garotinha não...ela entedia que alguma coisa estava acontecendo , foi então que ela respondeu.
-Sempre mamãe , sempre ficarei com você , nunca irei deixá-la sozinha_ e foi assim que a mãe da garota abraçou a menina , as lágrimas ainda caindo e enquanto por fim a canção havia terminado...Desde aquele dia em diante , essa pequena garotinha , mantinha sua palavra de estar sempre ao lado de sua mãe...Não importando com o que acontece-se , por mais que haveria brigas bobas ou brigas criticas...a criança estaria ali para  ajudá-la.
 Hoje as crianças cresceram ...quer dizer uma delas , o garotinho havia se tornado um jovem tão bonito , tão cativante e tão carinhoso .A vida  resolveu por um ponto final na sua história quando ele estava em seus dezesseis anos de idade , enquanto a jovem...essa...a jovem que jurava a sua mãe que sempre ficaria com sua mãe...essa tem uma vida , possui 23 anos de idade , sem muita alegria em seu coração pelo simples fato que sua vida era ter o seu outro eu ao seu lado , um eu tão engraçado , espontâneo , tão comunicativo , tão generoso, tão amoroso e super protetor . Um eu que não tinha medo de ser feliz e não tinha medo de lutar por seus objetivos.
 Ela vive hoje para zelar por sua mãe com unhas e dentes , por que ela sabia , que mesmo que seu irmão estive-se dormido naquele dia , ela sabia que ele prometerá a si mesmo que cuidaria de sua amada mãe e se ele estive-se hoje com elas...era isso que ele estaria fazendo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Desabafo de uma solteira

Noite Tempestuosa

O Retrato