Bela Adormecida

By:Jully Anne M.Fenner

Estava eu sentada no sofá observando a chuva caindo lentamente pela janela , o cheirinho de terra molhada trazendo a recordação da conversa de ontem.
 Lembrei do dia em que nos conhecemos  através de um amigo nosso , seu jeito tão tímido , tão calado de início , mas se transformou em uma pessoa  tão carinhoso , tão amigo , tão companheiro que eu não pude evitar de me encantar por você ...sempre nos encontros de amigos você me surpreende com algo ou alguma coisa para me agradar.
 Até que no fim das contas não pude mais negar os sentimentos que nutria dentro de mim.No começo não queria revelar , pois nossa amizade era tão forte que se eu confessa-se sobre a existência de tais sentimentos , poderia perde-lo ...e sinceramente não estou preparada para perde-lo .
 Mas até que ontem a noite você veio aqui em casa  para me fazer companhia , você trouxe flores  e uma linda caixa de bombom...Me fez sentar no sofá olhando em meus olhos e confessou tudo o que EU queria dizer pra você. 
  Meus sorriso se iluminou , meus olhos brilharam , a alegria em meu coração era grande demais  foi quando a conversa terminou  com um beijo apaixonado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Desabafo de uma solteira

Noite Tempestuosa

O Retrato