Nossa Primeira vez

By:Jully Anne M.Fenner

O tempo havia parado para eles , ambos frente a frente , respiração descompensada , ritmo cardíaco alterado , mãos entrelaçadas .
 A quanto tempo eles estavam ali mesmo? Nenhum deles sabiam , mas aquela aproximação era impossível lembrar de alguma coisa , até que a distância se quebrou , dando início a um beijo lento , apaixonante .
 As mãos dela envolta ao seu pescoço , enquanto a dele na cintura de sua pequena amada , os beijos se tornaram mais ousados , as caricias que antes era inocentes agora era um tanto ousados também.
 Estavam entre quatro paredes no hotel , casados em menos de 6 horas , depois de 5 horas na festa , agora era a hora só deles , o momento mais esperado por ambos.Delicadamente ele desfez o cabelo da jovem soltando-os , beijando agora a nuca da jovem enquanto as mãos se esforçavam para desfazer alguns botões que tinha no vestido enquanto a jovem fazia o mesmo pacientemente .
 Sabe aquela coisa que quanto mais espera , mais as coisas esquentam ? pois então , era assim que ambos se sentiam , a pressa não existia pra eles ...Roupas no chão , peças intimas espalhado pela cama enquanto dois corpos se transformam num só.
 Não existia sexo ...não , não era assim que eles queriam , mas era uma entrega de puro amor , paixão e foi assim que o fizeram .

Depois de um tempo ambos estavam deitados , ela dormia serenamente em seu peito enquanto ele a observava dormindo , zelando por seu sono , desde que a conhecerá soube que era a mulher de sua vida , tornaram grandes amigos , depois de um tempo ele a pediu em namoro , passando dois anos veio o noivado que depois de um mês veio o casamento.
 Desde os tempos de amizade conhecia a amiga perfeitamente , sabia diferente ela era, suas opiniões e etc  enquanto  respeitava fielmente. Aceitando as condições dadas por elas durante o período de namoro e noivado , agora eles poderiam viver momentos que ambos tanto sonhavam , tanto desejam passar entre os dois e foi assim que ele adormeceu sorrindo sabendo que dali por diante poderia amar eternamente sua pequena mulher .

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Desabafo de uma solteira

Noite Tempestuosa

O Retrato