Tio Jhonnathan


By: Jully Anne M.Fenner

Enquanto eu estava na cama sentada , meu filho adentra ao quarto se senta em minha frente com os olhinhos e brilhantes pede .
-mamãe me conte como era o tio Jhonnathan ? _ Pergunta David entregando-me uma foto de Jhonnathan
-Seu tio era muito agitado querido , sempre ficava preocupada com o que ele fazia ou deixava de fazer _ comentei tentando lembrar da infância pegando o porta retrato e olhando – éramos bem apegados um ao outro , quando um ficava doente o outro ficava ao lado cuidando e vice versa . Seu tio tinha um amor diferente por mim _ dei uma risada Lembrando .
- como assim ? amor diferente?_ Perguntou David com o rostinho com um enorme ponto de interrogação em sua mente.
- Seu tio costumava fazer brincadeiras que acabava machucando a mim
David riu com a tal resposta
- mas mamãe , isso era amor?
- pra ele?! Acho que sim – respondi sorrindo para meu pequeno e continuei- Ele quando maior , em seus quinze pra dezesseis anos ele se torno um homenzinho muito bonito.
-verdade mamãe _falou David chegando perto de mim e me abraçando
-Era muito carinhoso com sua avó e tinha um respeito por ela tão grande também .
Seu tio era um garoto que amava trabalhar , ajudar as pessoas e curtia demais visitar seus amigos ...resumindo o bairro todo .
- Você tinha ciúmes dele mamãe ?_ Pude ver nos olhinhos a curiosidade
- Sim meu filho , mamãe foi bem ciumenta ...todas as meninas que chegavam em casa eu despachava elas dizendo que ele não estava mas na realidade ele estava em casa._ Respondi notando seu rosto como se estive-se imaginando a cena.
- O Que aconteceu com o tio mamãe?
Já estava preparada para essa pergunta ...
- Papai do Céu levou ele meu amor
- Deus mamãe ? Por que?
- Por que Deus busca a quem ele ama meu querido , com o tempo mamãe irá lhe explicar melhor.
- O tio me conhecia mamãe?
Segurando as lágrimas e acariciando-o seus cabelos lisos respondi de uma forma real e verdadeira.
-Não meu amado , mas ele já te amava antes mesmo de você ter nascido .

E assim ficamos abraçados até os dois pegarem no sono

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Desabafo de uma solteira

O Retrato

Noite Tempestuosa