Anjo


By:Jully Anne Mary Fenner

Enquanto deixava as lágrimas lavarem meu rosto o sono me foi um alivio temporário.

-Olá pequena mortal !_alguém me cumprimentou atras de mim.
 Me virei e vi que era um anjo , mas deixei-me olhar para o local
-Lindo né ?-Perguntou o anjo
-muito ...onde estamos?_Perguntei maravilhada com o ambiente , mas ao mesmo tempo curiosa
-Um dos milhares bosques que Deus tem a nos oferecer.
 Senti o olhar do anjo tornar sério e repreensor.
-O Pai Celeste esta muito desapontado com você mocinha.
-Eu sei_foi tudo que consegui dizer , deixando as lágrimas escorrerem em meu rosto.
-Ele apenas pediu para que você espera-se , mas não, vocês mortais tem mania de fazerem tudo da maneira que vocês querem e sempre acabam fazendo as coisas erradas...custa ouvi pelo menos uma vez?

Ainda permaneci quieta, chorosa , sabia que estava certo...O
Que mais queria era o amor dele...só isso.

-Desta vez deixe que DEUS agir em seu caminho , não faça nada ...apenas obedeça o que E'le  e deixe que ele toma controle da situação.
 Apenas afirmei com determinação e do nada uma fé inundou meu ser e uma alegria transpareceu em minha face.
 Acordei com uma esperança e uma fé , nunca antes sentida.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Desabafo de uma solteira

Noite Tempestuosa

O Retrato